Porquê estudar Economia ?

Porquê estudar Economia perguntam os meus alunos?

Ora vejamos,todos os dias ao acordarmos defrontamos-nos com uma infinidade de circunstâncias que se prendem com a Economia.

Logo pela manhã acordamos, vamos logo para a casa de banho, abrimos a torneira para o duche, em seguida tomamos o pequeno almoço, depois saímos pomos gasolina ou compramos o bilhete para o transporte para nos deslocarmos, depois gostaríamos de comprar algo mas não temos dinheiro suficiente, na saída do transporte olhamos para a bancada do quiosque e consultamos rapidamente as notícias do dia.

Porque os grandes problemas mundiais têm origem na actividade económica e ao mesmo tempo reflectem-se nesta actividade.
Depois gostaríamos de comprar algo mas não temos dinheiro suficiente,cada opção individual de consumo ou de investimento acaba sempre por medir o seu custo e compará-lo com o seu possível benefício:será que vale a pena utilizar o meu dinheiro para isto ou para outro bem?
No fundo todos nós gostamos de atingir os seus objectivos,consumindo sempre mais, com o menor esforço possível o que influencia as decisões “económicas” do nosso dia-a-dia.

Vivemos num mundo onde os recursos são escassos. Repare que todos nós consumimos,e nunca estamos satisfeitos.

Mas é verdade que face aos nossos desejos, ou necessidades citando um termo mais económico,defrontamo-nos com recursos que não chegam para todos, ou seja escassos.

Assim a Economia prende-se com a forma como o Homem cria e utiliza bens escassos com vista a satisfação das suas necessidades e ao aumento do seu bem-estar.

Assim, quando atendemos à todas essas actividades nem sempre reconhecemos os problemas do mundo de hoje como problemas de natureza fundamentalmente económica, eles têm no entanto implícita esta dimensão. A produção, a repartição do rendimento, o consumo e a poupança, estão presentes no nosso quotidiano, e constituem assim os fenómenos estudados pela Ciência económica

Por outro lado, numa escala maior,verificamos que as relações económicas entre os povos decorrem, hoje em dia, no contexto da mundialização, originando efeitos em tudo e todos (globalização), pelo que a interdependência entre economias, culturas e povos é um facto bem evidente.

Na verdade todos os fenómenos económicos, são os decorrentes da actividade económica ou seja da actividade decorrentes da produção de bens escassos para satisfazer as necessidades ilimitadas do Homem, esse mesmo que consome, produz, poupa, e recebem remuneração pelo seu trabalho.

Com a internacionalização do comércio e da actividade produtiva, da circulação de capitais, a dimensão dos problemas económicos assume a escala planetária. De facto as economias dos diferentes países estão cada vez mais dependentes umas das outras e integradas em espaços comuns tais como a União Europeia, a NAFTA, a Mercosul, falando-se, por isso no fenómeno da mundialização da economia.

.

~ por cyberpati em Abril 17, 2010.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

 
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: